domingo, 21 de agosto de 2016

25 coisas que todos os pais deveriam fazer pelas suas filhas, mas que raramente fazem!

Eu não sou um pai e nunca serei. Mas sou uma filha, e tenho dois pais: um biológico, o outro por casamento.

Nos meus curtos 23 anos neste planeta, eu percebi que o laço entre pai/filha é algo realmente especial. Tão especial que as atitudes e amor de um pai têm uma forte influência em moldar o caráter da sua filha.

Inspirada pela resposta da escritora Roxane Gay a pergunta de um pai de uma menina, eu compilei uma lista de todas as coisas que acredito que todos os pais de meninas deveriam saber para garantirem que a sua influência é a melhor possível.

Como alguém que recebe este tipo de amor, eu posso dizer que os segredos não são assim tão assustadores como parecem.

1. MENTALIZE QUE DESDE O PRIMEIRO DIA, ELA SERÁ SEMPRE A SUA PRINCESA. MAS VOCÊ TEM QUE SE ESFORÇAR PARA QUE SEJA SEMPRE ASSIM.

2. Não assuma ou influencie os interesses dela só porque é uma menina. Não lhe mostre só flores e Barbies. Mostre carros e LEGOs também.

3. Deixa que ela te ajude em casa ou no trabalho. Ela vai crescer sendo uma mulher que se sentirá confiante ao entrar em qualquer emprego.

4. Fale com a mãe dela de igual para igual, não a faça sentir inferior, e a sua filha irá esperar o mesmo mais tarde.

5. Mostre-lhe o seu lado sensível. Ela vai sentir que se for sensível também, isso não a irá tornar uma pessoa mais fraca.

6. Criem piadas e jogos entre os dois, apenas entre os dois. Acredite em mim, ela vai se lembrar disso para sempre.

7. ENCORAJA-A A FAZER TODAS AS COISAS QUE A ASSUSTAM, PORQUE VOCÊ ESTARÁ SEMPRE AO SEU LADO PRONTO A AJUDA-LA..

8. Faça-lhe promessas, e depois faça tudo para cumpri-las. Os únicos desgostos na vida dela devem vir de pessoas que não saibam o quanto especial ela é.

9. Mostre para ela as habilidades que você conhece melhor.

10. Peça para que ela lhe mostre as habilidades que ela conhece melhor e você não.

11. Tente entender os interesses dela mesmo que você não entenda. Você vai ensina-la que, independentemente dos talentos dela — ballet, arte ou wrestling com os rapazes — eles interessam.

12. Isso é especialmente verdade se os interesses dela forem mais “femininos”. Ensine-a que eles são tão importantes independentemente do que sejam.

13. SE VOCÊ NÃO DIRIA ALGO A UM FILHO, NÃO DIGA À SUA FILHA.

14. Quando ela chegar até você com um problema, não a afaste ou diga para ir falar com a mãe. Ouça o que ela tem para dizer. Ela voltará a falar contigo sempre que tiver um problema.

15. Não fale sobre mudanças no seu corpo, ou orientações sexuais, com desprezo. Isso só iria ensina-la que ela deve ter vergonha do próprio corpo.

16. Não fale sobre os corpos de outras mulheres como se fossem um objeto. Ela irá ouvir e depois examinar o próprio corpo.

17. Fale com ela sobre mulheres fortes e bem sucedidas, não apenas homens, e ela ficará inspirada a ser como elas e assim saberá que terá uma chance.

18. Resolva todos os assuntos com mãe dela na sua frente. Ela irá ver que as mulheres merecem uma voz ativa em qualquer relacionamento e mais tarde irá procurar alguém que a trate com o mesmo respeito.

19. NÃO BRINQUE DIZENDO QUE TEM UMA ARMA PREPARADA QUANDO OS RAPAZES VIEREM ATRÁS DELA. ISSO APENAS IRÁ ENSINA-LA QUE VOCÊ NÃO CONFIA NAS SUAS DECISÕES.

20. Enfrente de cara a injustiça e a opressão. Acredite quando os oprimidos dizem que estão oprimidos. Isso irá mostrar-la a ter compaixão com o próximo e que não há nada de inferior ou desumano em fazer o que está certo.

21. Se você ensinar com exemplos, não precisará afastar os “bad boys”. Ela saberá o que é certo para ela.

22. Se existir um rapaz na sua vida, garanta que estará lá para ela quando o seu coração for partido. A verdade é que irá acontecer. Torne-se disponível para que ela fale com você, e não com ele.

23. Explique que ela é a única pessoa responsável pelo que acontecerá com o seu próprio corpo.

24. Faça elogios a ela e a mãe, regularmente.

25. Diga que a ama. Mande mensagens regularmente. Garante que ela saibe bem que, independentemente do que poderá acontecer, você estará sempre do seu lado!

Este artigo foi escrito por Mandy Velez em Aplus.com - Fonte http://www.sentimentosemfrases.com/25-coisas-que-todos-os-pais-deveriam-fazer-pelas-suas-filhas-mas-que-raramente-fazem/

O que é uma pessoa bipolar e como saber se sou uma?

O transtorno bipolar é a doença psiquiátrica mais associada a suicídios, e atinge cerca de 3% da população mundial. Considerada uma gangorra emocional, a doença é caracterizada por alternâncias de períodos de depressão e mania: o ânimo da pessoa afetada oscila de um extremo ao outro, em reações desproporcionais aos fatos da vida ou até mesmo sem um motivo aparente, fugindo do controle.

O QUE É TRANSTORNO BIPOLAR?

É normal que os acontecimentos da vida alterem o humor e o estado emocional das pessoas. Quando algo bom acontece, por exemplo, ficamos alegres — da mesma forma como nos sentimos tristes quando há algum acontecimento ruim. Em pessoas com bipolaridade, o humor pode oscilar de forma independente do que acontece ao redor, suas reações são imprevisíveis e geralmente desproporcionais.

Quando alguém morre, é natural que uma pessoa fique triste. O bipolar, porém, pode entrar numa crise de euforia, ficar “elétrico” e até se sentir muito bem com a situação. Isso não acontece porque o bipolar não gostava do falecido, mas o estresse desencadeou uma instabilidade emocional.

TIPOS DE TRANSTORNO BIPOLAR

– Transtorno bipolar tipo 1: é o mais grave. Nesse tipo, a pessoa passa por fases de manias que duram semanas a meses, intercaladas com períodos de depressão profunda;

– Transtorno bipolar tipo 2: esses pacientes não apresentam episódios maníacos profundos. Quando ocorrem, são brandos e leves, caracterizados por elevado nível de energia e impulsividade que não são tão intensos como os da mania (chamado de hipomania). Esses episódios se alternam com episódios de depressão, que são mais duradouros;

– Ciclotimia: é uma forma leve de transtorno bipolar, que envolve oscilações de humor menos graves. Pessoas com essa forma alternam entre hipomania e depressão leve.

SINTOMAS DO TRANSTORNO BIPOLAR

Os sintomas da bipolaridade podem variar de pessoa para pessoa. Para alguns, os episódios de depressão são os que causam os maiores problemas, enquanto outros apresentam fases de mania mais preocupantes. Confira os principais sinais apresentados por uma pessoa bipolar em cada uma das fases:

FASE MANÍACA

A mania é um estado de excessos, no qual a pessoa apresenta um bem-estar perigoso, passando a agir como se não tivesse filtros. Nesta fase, a pessoa vive em um ritmo acelerado e apresenta alterações na forma de pensar, agir e sentir. Em geral, o bipolar em fase maníaca apresenta os seguintes sinais:

– Assume comportamentos extravagantes;

– Reduz a necessidade de sono;

– Apresenta compulsão por compras e gastos excessivos;

– Veste-se de maneira ousada;

– Interage e fala da sua vida pessoal com desconhecidos sem constrangimentos;

– Cria ideias e planos grandiosos, fora da realidade;

– Comportamento autoconfiante, assertivo e convincente;

– Compulsão alimentar, bebe demais e pode até fazer uso excessivo de drogas;

– Pouco controle do temperamento;

– Apresenta desinibição e aumento de energia, podendo manter relações sexuais com muitos parceiros;

– Hiperatividade e aumento excessivo de energia;

– Pensamentos acelerados que se atropelam e diminuem a concentração e o foco;

– Fala em excesso;

– Negação de todos os comportamentos acima.

Em geral, a fase da mania faz com que os portadores do transtorno bipolar percam a capacidade de autocrítica, e acabam avaliando a euforia como uma melhora no quadro depressivo. Por isso, pode ser que deixem de tomar os medicamentos nesse período, piorando gradativamente o quadro bipolar.

FASE DEPRESSIVA

A fase de depressão é caracterizada por uma tristeza persistente e que não tem fim. A pessoa tem uma visão negativa sobre si mesma e em relação ao mundo e ao futuro. O depressivo só consegue se lembrar das coisas negativas, e não acredita que coisas boas possam acontecer.

Os principais sinais apresentados por um bipolar em fase depressiva são:

– Sensação de vazio e melancolia;

– Ansiedade;

– Dificuldade de concentração;

– Perda do prazer nas atividades que, anteriormente, eram prazerosas;

– Choros sem motivo;

– Perda de motivação;

– Alteração no apetite, levando a perda ou ganho de peso;

– Fadiga ou falta de energia

– Sensação de inutilidade, culpa e falta de esperança;

– Baixa autoestima;

– Pensamentos sobre morte e suicídio;

– Problemas para dormir ou excesso de sono;

– Afastamento dos amigos.

Além disso, durante a fase depressiva a pessoa tende a sentir vergonha e culpa por tudo o que fez durante a fase da mania, o que contribui ainda mais para o quadro depressivo.

EPISÓDIO MISTO

No episódio misto os sintomas da mania e da depressão se misturam. A aceleração e o excesso de energia da mania se confundem com os sentimentos e pensamentos negativos da depressão A angústia leva ao desespero, como se a pessoa estivesse em um beco sem saída. É uma das fases que pode dar coragem à pessoa a cometer suicídio, pois o sofrimento é muito grande.

PRINCIPAIS CAUSAS DO TRANSTORNO BIPOLAR

A causa exata do transtorno é desconhecida, mas diversos fatores estão envolvidos nas oscilações de humor provocadas pela doença. São eles:

– Alterações funcionais do cérebro, que possui áreas fundamentais para o processamento de emoções, motivação e recompensas. O desequilíbrio entre os neurotransmissores é um fator considerado importante nas causas do transtorno bipolar;

– Desequilíbrios hormonais;

– Hereditariedade: pessoas com parentes com histórico de transtorno bipolar são mais suscetíveis à doença;

– Problemas de rejeição na gravidez ou infância, traumas, estresse, abuso sexual e outras experiências traumáticas (como a morte de algum ente querido, sequestro, assaltos e experiência de quase morte).

TRATAMENTO DA PESSOA COM BIPOLARIDADE

Quanto mais cedo for feito o diagnóstico de transtorno bipolar, melhor para o paciente, para sua família e amigos. A ajuda da família é importantíssima para tratar pessoas com transtorno bipolar, pois este não é um diagnóstico fácil e é difícil de ser sustentado — especialmente nas fases de euforia, nas quais a pessoa se sente muito bem.

COMO O MÉTODO LOTUS PODE LHE AJUDAR

Se você se identificou com os sintomas acima, sofre de Transtorno Afetivo Bipolar ou conhece alguém que tenha a doença, procure ajuda médica, psicoterapia, informações e treinamentos.

O Método LOTUS é uma das ferramentas que podem lhe ajudar, como já ajudou centenas de pessoas a encontrarem a estabilização e a cura das doenças emocionais. O processo de consciência e cura emocional pode ser aprendido e praticado com o desenvolvimento da Inteligência Emocional — que é a somatória das habilidades que permitem a administração das adversidades da vida e aceitação e percepção das emoções, de modo a obter melhores resultados, alterando os caminhos neurais para que produzam felicidade e bem-estar.

Fonte: http://www.sentimentosemfrases.com/o-que-e-uma-pessoa-bipolar-e-como-saber-se-sou-uma/

6 COISAS QUE VOCÊ NUNCA DEVE FAZER EM MÍDIAS SOCIAIS

Na idade moderna, a socialização eletrônica tem tido um papel sério nas interações cotidianas de todos. Porém, existem alguns erros graves em toda forma de comunicação. Se você se encontra fazendo essas ações, por favor, pare e examinar suas razões com cuidado e amor. Nenhuma das ações listadas será produtiva a longo prazo.

1. “Stalkear” seu ex

Quaisquer que sejam as razões para o seu término, lembre-se delas. Não apenas os bons ou maus momentos. Pense em como você se sentiu logo antes e logo após a separação. Há uma boa razão, ou razões, pelas quais estão separados. Não deixe que a sua curiosidade ou desejo te faça perseguir o seu ex. Estas são atitudes desnecessárias e 

improdutivas.

Nutir essas dividirá suas energias mentais e emocionais, e tornará ainda mais difícil seguir em frente. Você não pode amar adequadamente uma pessoa enquanto a outra ainda tem o seu coração.

2. Criar seu ser ideal

A maneira como nos comunicamos através da tecnologia passa por uma triagem mental significativa antes de atingir a web. O desejo de pintar-se como o ‘produto final’ ou o ‘ideal’ é tentador. Perceba, porém, que você não está apenas desrespeitando a si mesmo e seus objetivos, mas limitando o tipo de relacionamento que quer atrair.

Está respeitando a si mesmo quando não pode ser honesto com quem você é. Quando você faz isso, não está reconhecendo suas lutas e seus pontos fortes. Mentindo sobre seus ‘pontos fracos’, você está mudando a gama de seu personagem.

As pessoas que estão interessadas ​​em conhecer o falso você, serão forçado a construir conexões falsas. O ponto de amizade e amor não é só desfrutar do outro, mas ajudar um ao outro a crescer. Se você nunca mostrar o seu verdadeiro eu, nunca vai crescer.

3. Constantemente responder negativamente ou frequentemente fazer piadas

Ninguém gosta de piadas negativas na vida real, o mesmo é verdadeiro para o mundo digital.

Cyber bullying e seus subgrupos são cruéis e desnecessários. Você não sabe o que algo pode significar para uma pessoa. Use a regra de ouro nestas situações, “Se você não tem nada de bom a dizer, fique quieto. ” Na mesma linha, há uma maneira produtiva para dizer às pessoas a verdade ou fornecer críticas. NUNCA use a “verdade” como uma arma.

4. Comparar-se

Voltando ao tópico de criar o eu ideal, as pessoas geralmente procuram justificação em seu caráter e atenção às suas vidas. Não importa quão válidos esses elementos são quando online. Esta pessoa está tentando se sentir melhor sobre si mesma.

5. Tornar este método sua comunicação primária

Saia com as pessoas que você gosta. As pessoas com ansiedade social ou outros transtornos mentais são mais propensas a cair nesta armadilha. Você deve sair e experimentar a vida!

6. Não se tornar emocionalmente dependente

Qualquer que seja sua razão para usar uma mídia social, não deixe-a tornar-se o único fornecedor do que você está buscando. Se você estiver usando o Facebook para manter-se em contato com amigos, certifique-se de vê-los de vez em quando. Se você estiver usando Instagram para mostrar suas roupas, saia com elas.

Certifique-se de manter o seu portfólio mental e emocional diversificado.

Fonte: https://osegredo.com.br/2016/03/6-coisas-que-voce-nunca-deve-fazer-em-midias-sociais/

SE VOCÊ AMA SEUS FILHOS DIGA NÃO A ESTES 5 PEDIDOS DELES

Se não disser "não" a estes pedidos hoje, você poderá chorar amargamente amanhã.

1. Comprar tudo o que eles pedem ou repor o que eles deixam estragar por desleixo

Por um motivo ou outro, muitos pais dão tudo ou quase tudo o que seus filhos pedem (brinquedos, jogos, eletrônicos). Isso costuma acontecer mais com pais que trabalham demais ou pais separados, que tentam compensar sua ausência com presentes.

Há crianças e jovens que, por os pais darem tudo o que eles pedem, são desleixados com seus pertences, que vivem estragando. Eles sabem que se estragar, o pai ou a mãe fará a reposição.

Não importa o valor, evite comprar tudo o que eles querem ou repor o que eles costumam estragar. Eles precisam aprender o valor das coisas, o valor do trabalho. Precisam aprender a ser mais cuidadosos e a valorizar o sacrifício que vocês fazem para comprar suas coisas. Eles também precisam merecer o que ganham. E, de preferência, fazer pequenos trabalhos para comprar algo de mais valor.

2. Ir a atividades que oferecem riscos potenciais

Crianças e jovens costumam ser muito insistentes em se tratando de diversão. Quando a diversão é sadia, é muito bom que eles vão. Eles precisam de atividades desse tipo. O problema é quando eles querem ir a lugares potencialmente perigosos ou inadequados. Precisamos ter coragem de dizer não e estar prontos para resistir fortemente à pressão que eles certamente farão.

3. Assistir a filmes e jogar jogos censurados

A classificação indicativa em filmes e jogos deve ser observada com atenção. A censura existe para proteger nossos pequenos da violência, sexualização e de outros males. Não podemos pensar que eles assistirão e jogarão jogos censurados para a idade deles e não serão afetados de alguma maneira.

4. Usar roupas e acessórios inadequados para a idade deles

É algo que as meninas geralmente pedem mais. Muitas são tão novinhas ainda e já querem usar roupas sensuais, salto alto e maquiagem. Precisamos preservar sua inocência e pureza o máximo de tempo que conseguirmos.

5. Qualquer outra coisa que você sentir que não deve deixá-los fazer

Como pais e, principalmente, mães, temos a sensação de que nossa intuição ou, como dizem por aí, nosso sexto sentido, melhora muito depois que os filhos nascem. Devemos fazer o melhor uso possível desse dom, dando atenção aos nossos sentimentos, pois dessa forma podemos evitar que coisas ruins aconteçam a eles. Se você sentir que não é uma boa ideia atender aos pedidos de seus filhos, ainda que sejam coisas inocentes, siga sua intuição.

Ainda que seus filhos insistam, batam os pés, façam chantagem emocional, mantenham-se firme em sua decisão. Eles precisam de limite. Para que se tornem adultos mentalmente saudáveis, os limites são fundamentais. Você pode ficar com o coração partido em ter de dizer "não" a seus filhos hoje. Mas é preferível que seja assim, a ter de conviver com a culpa de algo ruim ter acontecido por você os ter deixado fazer o que desejaram.

-Erika Strassburger- 

Fonte: http://www.familia.com.br/filhos/se-voce-ama-seus-filhos-diga-nao-a-estes-5-pedidos-deles